Perseguição aos cristãos na América Latina aumenta

  • 28/06/2023
  • 0 Comentário(s)

Perseguição aos cristãos na América Latina aumenta

Conheça os quatro países latino-americanos que fazem parte da Lista Mundial da Perseguição 2023

Sim, há cristãos perseguidos por causa da fé em Jesus na América Latina. Muitas vezes, por serem países próximos ao Brasil e pontos turísticos conhecidos, as pessoas não imaginam que a perseguição religiosa atinja cristãos na Colômbia, Cuba, México e Nicarágua.

Segundo a pesquisa recente da Lista Mundial da Perseguição o número de cristãos perseguidos vem aumentando na região.Essas quatro nações estão entre os 50 países mais perigosos para cristãos, elencados pela Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2023.


A perseguição acontece principalmente em territórios fora da autoridade do Estado, sob as FARCS na Colômbia, comunidades tradicionais indígenas ou áreas dominadas pelos traficantes e gangues no México. Nos centros urbanos, a perseguição não é tão explícita quanto no interior.Além da presença entre os 50 primeiros países da LMP, outros três países latino-americanos, Venezuela, El Salvador e Honduras, fazem parte da Lista de Países em Observação. Ou seja, fazem parte dos países com índices de perseguição alta aos cristãos que são monitorados pela Portas Abertas.


Conheça a seguir um pouco dos quatro primeiros colocados da América Latina na LMP.


Colômbia (22°)

Cristãs indígenas estudando a Bíblia


A Colômbia é o único país da América do Sul entre os 50 países mais perigosos da LMP. A nação subiu oito posições na LMP em comparação à última pesquisa e ocupa a posição mais alta entre os países latino-americanos na LMP 2023.


A perseguição é mais intensa nas áreas rurais, pois o governo perdeu o controle de muitas dessas regiões para guerrilheiros e gangues. Para esses grupos, a presença cristã é uma ameaça, pois a conversão significa um guerrilheiro a menos e um opositor ao crime e à violência a mais.


Para punir comunidades cristãs, os guerrilheiros recrutam rapazes e tomam meninas cristãs em casamentos forçados. Pastores e líderes cristãos também vivem sob a mira dos criminosos e o número de assassinatos de cristãos na Colômbia aumentou na última pesquisa.


A Portas Abertas fortalece a Igreja Perseguida na Colômbia por meio de treinamento, cuidados pós-trauma, projetos de desenvolvimento comunitário e abrigo e educação para crianças.


Cuba (27°)


Igreja doméstica em Cuba


Cuba subiu dez posições na Lista Mundial da Perseguição, a maior ascensão na LMP 2023. Desde 1959, o país é governado pelo Partido Comunista de Cuba, que busca submeter a igreja cubana à ideologia comunista. No último ano, o regime ditatorial intensificou as táticas repressivas contra os cristãos, levando Cuba à posição 27 na LMP.


Além de impedir o registro e a legalização de igrejas, o governo também persegue os cristãos com prisões arbitrárias, sequestros e vigilância rigorosa. Templos e outras propriedades da igreja são confiscados com frequência e há relatos de abuso físico e mental executados por apoiadores do regime. Tudo para tentar diminuir o poder e a influência da igreja


O trabalho da Portas Abertas em Cuba envolve a distribuição de Bíblias, treinamento bíblico, desenvolvimento de líderes cristãos e projetos de subsistência.


México (38°)


Cristãos orando durante treinamento bíblico da Portas Abertas no México


Estima-se que existam 150 gangues de crime organizado no México. Elas são financiadas por cartéis de drogas poderosos que dominam os territórios negligenciados pelo governo mexicano. Elas exigem o pagamento de taxas das igrejas, recrutam jovens cristãos para o narcotráfico e em muitos casos sequestram e matam pastores e líderes cristãos que ameacem as atividades ilegais.


Nas áreas rurais do México, cristãos recém-convertidos também são perseguidos. Ao deixar o contexto religioso tradicional, eles são agredidos, assediados, rejeitados, forçados a deixar a comunidade e ter o acesso a serviços públicos negado.


A Portas Abertas fortalece cristãos perseguidos no México por meio de treinamentos bíblicos, cuidados pós-trauma e ajuda socioeconômica.


Nicarágua (50°)


Alunos do projeto de educação oferecido por parceiros da Portas Abertas


Desde 2018, a Nicarágua foi tomada por protestos contra a injustiça e as violações dos direitos humanos que o governo comete. As igrejas apoiam muitas dessas manifestações e cuidam daqueles que são feridos pela repressão violenta do governo. Por isso, elas são vistas como agentes desestabilizadores e uma ameaça.


A presença da Nicarágua na LMP 2023 deve-se ao aumento da hostilidade das autoridades contra os cristãos, o que inclui intimidação, assédio, vigilância, prisões e ataques. Em 2022, escolas cristãs, canais de televisão, estações de rádio, abrigos e outras instituições cristãs de caridade foram fechados repentinamente. No mesmo período, cristãos foram presos e condenados arbitrariamente.


A Portas Abertas fortalece a Igreja Perseguida na Nicarágua por meio de distribuição de literatura cristã, treinamento para discipulado, ajuda emergencial e educação para os pastores que não puderam terminar os estudos.


Entenda a perseguição em outras regiões do mundo


Baixe o e-book e o mapa da Lista Mundial da Perseguição 2023 para obter mais informações sobre os cristãos perseguidos em outras regiões além da América Latina.


#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Top 5

top1
1. TA CHORANDO PORQUE

JAYZER MAIA

top2
2. VOCÊ NÃO VAI PARAR

SAMUEL MESSIAS

top3
3. NÃO MAIS ESCRAVOS

NIVEA SORES

top4
4. DEUS É DEUS

DELINO MARÇAÇ

top5
5. Momentos

Isaias Gomes

Anunciantes